sexta-feira, janeiro 28, 2005

Logo pela manhã, com a Comercial!

Schnappi, das kleine Krokodil

Letra:
a
Ich bin Schnappi das kleine Krokodil,
komm aus Ägypten das liegt direkt am Nil;
zuerst lag ich in einem Ei,
dann schni schna schnappte ich mich frei.
a
Refrão: (com palminhas)
a
schni schna schnappi schnappi schnappi schnapp
schni schna schnappi schnappi schnappi schnapp
a
Ich bin Schnappi das kleine Krokodil,
hab scharfe Zähne und davon ganz schön viel
ich schnapp mir was ich schnappen kann
ja schnapp zu weil ich das so gut kann.
a
Refrão: (novamente com palminhas)
a
schni schna schnappi schnappi schnappi schnapp
schni schna schnappi schnappi schnappi schnapp
a
Ich bin Schnappi das kleine Krokodil,
ich schnappe gern das ist mein Lieblingsspiel
ich schleich mich an die Mama ran
und zeig ihr wie ich schnappen kann!
a
Refrão: (mais palminhas)
a
schni schna schnappi schnappi schnappi schnapp
schni schna schnappi schnappi schnappi schnapp
a
Ich bin Schnappi das kleine Krokodil
und vom Schnappen da krieg ich nicht zuviel,
ich beiss den Papi kurz ins Bein
und dann schlafe ich einfach ein.
a
Refrão: (e... palminhas!)
a
schni schna schnappi schnappi schnappi schnapp
schni schna schnappi schnappi schnappi schnapp
a
E pronto!!!
a
Está revelado o segredo de tanta boa disposição, logo pela manhã!
É que depois disto, fica-se com as mãos quentinhas, a alma a rir e...
... é (quase) impossível não cantar também, nem que seja só o refrão.
A
Beijo-vos a TODOS, J.
(...e oiçam MESMO isto! Vale a pena!!!
Entre as 8:15 e as 8:25, passa na Rádio Comercial todas as manhãs!)

quarta-feira, janeiro 26, 2005

Espelhos...

Um reflexo da alma...

Um reflexo da vida...

Um reflexo de todos nós...

Beijo-vos a Todos, J.

(... com esta fotografia de "F" grande!)


segunda-feira, janeiro 24, 2005

Ora, cá está mais uma!!!

Obrigada Pedro, doce Moranguinho!

Fica LLLIIINNNDDDAAA aqui, não?

h

Hoje recebi este e-mail e... não resisti!!!

Tinha MESMO que o pôr aqui!

________________________________________

Diários:

O DIÁRIO DELA

No Sábado à noite ele estava estranho.

Combinámos encontrarmo-nos no bar para tomar um copo.

Passei a tarde toda nas compras com as minhas amigas e pensei que pudesse ser por minha culpa, porque me atrasei um bocadinho, mas ele não fez grandes comentários.

A conversa não estava muito animada, de maneira que pensei em irmos a um lugar mais íntimo para podermos conversar mais em privado.

Fomos a um restaurante e ele AINDA a agir de modo estranho.

Tentei animá-lo e comecei a pensar se seria por minha causa ou outra coisa qualquer.

Perguntei-lhe, e ele disse que não era eu.

Mas não fiquei muito convencida.

No caminho para casa, no carro, disse-lhe que o amava muito.

E ele limitou-se a pôr-me braço por cima dos ombros. Não sei que raio quis dizer com isso, porque não disse que me amava também, nem nada, e estava a ficar mesmo preocupada.

Finalmente chegámos a casa e eu já estava a pensar se ele me iria deixar!

Por isso tentei fazê-lo falar, mas ele ligou a televisão, e sentou-se com um olhar distante que parecia estar a dizer-me que estava tudo acabado entre nós.

Por fim, embora relutante, disse que me ia deitar.

Mais ou menos 10 minutos depois ele veio também e, para minha surpresa, correspondeu aos meus avanços e fizemos amor.

Mas ainda parecia muito distraído, e depois quis confrontá-lo e falar sobre isso, mas comecei a chorar e chorei até adormecer.

Já não sei o que fazer. Tenho quase a certeza de que ele tem alguém e que a minha vida é um autêntico desastre.


O DIÁRIO DELE

O Benfica perdeu....... Mas dei uma queca.


_________________________________________

looooolllllllll

ç
(Obrigada, Marinho! Já há um tempo que não me ria assim!...)
g
Beijo-vos a Todos, J.
(...cada vez mais azul!!!)

domingo, janeiro 23, 2005

The GREAT flight: flying...































Flying - Bryan Adams

if you ever feel like you're gonna fall - oh i'll be there

and if you ever feel down or feel small - oh don't despair

and if you ever feel lost or feel alone - babe c'mon home

lets just make love - all night

lets just hold on - so tightlets make it last - for life

i won't let you go

ya we're flying - feels just like flying

we're such a long way up - from the ground

just u and me flying - so high 'n i'm never gonna come down

every time you turn around and wanna run - oh come to me

when every little dream comes undone - oh don't worry

lets just make love - all night

lets just hold on - so tight

lets make it last - for life

i won't let you go

ya we're flying so high and...

we're never gonna come down...

you and me

Beijo-vos a Todos, J.
(...e "voem"...MUITO!!! O mais alto possível!)

sábado, janeiro 22, 2005

... e o abismo não mora aqui...

Só...
Sempre só...
Nunca Só...
No meio de gente que vive só...
Na solidão de viver com gente...
Beijo-vos a Todos, J.
(... ainda a tentar azular-me mais...)

A cor dos nossos dias... (I'm back!!! I guess...)

Por vezes tenho a ousadia de dizer que os dias têm a cor de que os pintamos, que se quisermos podemos transformar e pintar de azul qualquer dia cinzento...
Mas ultimamente não tenho sido capaz...
Ultimamente, o meu dia acorda cinzento, com nevoeiro, feio!
Talvez fossem os meus olhos que não o queriam ver diferente, talvez fosse falta de coragem para pegar no pincel e pintá-lo de cores suaves, de um azul celeste, talvez...
Talvez não seja tão forte como julgo ser ou pareço, talvez nem todos os dias, nem todas as horas consiga mudar as cores da minha vida, talvez até tenha coração!!!
Mas se eu pudesse acordava todos os dias a ver a mesma cor que hoje: azul...
O meu azul preferido!!!

November Rain - Guns & Roses


When I look into your eyes

I can see a love restrained

But darlin' when I hold you

Don't you know I feel the same

'Cause nothin' lasts forever

And we both know hearts can change

And it's hard to hold a candle

In the cold November rain

We've been through this such a long long time

Just tryin' to kill the pain

But lovers always come and lovers always go

And no one's really sure who's lettin' go today

Walking away

If we could take the time to lay it on the line

I could rest my head

Just knowin' that you were mine

All mine

So if you want to love me

then darlin' don't refrain

Or I'll just end up walkin'

In the cold November rain

Do you need some time...on your own

Do you need some time...all alone

Everybody needs some time...on their own

Don't you know you need some time...all alone

I know it's hard to keep an open heart

When even friends seem out to harm you

But if you could heal a broken heart

Wouldn't time be out to charm you

Sometimes I need some time...on my own

Sometimes I need some time...all alone

Everybody needs some time...on their own

Don't you know you need some time...all alone

And when your fears subside

And shadows still remain

I know that you can love me

When there's no one left to blame

So never mind the darkness

We still can find a way

'Cause nothin' lasts forever

Even cold November rain

Don't ya think that you need somebody

Don't ya think that you need someone

Don't ya think that you need somebody

Don't ya think that you need someone

Everybody needs somebody

You're not the only one

You're not the only one

Don't ya think that you need somebody

Don't ya think that you need someone

Hoje decidi trazer também esta música...

Sempre foi uma das minhas favoritas,

mas julgo que nunca teve tanto significado como agora...


Beijo-vos a Todos, J.
(... já num tom mais azulado!)





























sábado, janeiro 01, 2005

Nasceu!!!

... e não chorou, nem nada! Será um bom presságio?

Feliz Ano Novo!!!
Beijo-vos a Todos, J.
(...já estamos em 2005, hein?
Quem diria?
Parece uma data tirada dos filmes de ficção científica, irreal e inatingível...)